(Página da responsabilidade de Diana Silva, aluna nº 6 do 10º D)Década de 60



O início da década 60 foi representado, uma realização de projectos culturais e ideológicos alternativos já lançados na década de 50. A década de 60, foi dividida em duas décadas. A primeira foi, entre 1960 e 1965, marcada por um sabor de inocência e até de lirismo nas manifestações sócio-culturais. No espírito da luta do povo a política é evidente o idealismo e o entusiasmo. A segunda, de 1966 a 1968 (porque 1969 já apresentava definições do estado de espírito dos (anos 70), revelando experiências com drogas, a perda da inocência, a revolução sexual e os protestos juvenis contra a ameaça de endurecimento dos governos.

Os Beatles, banda existente em toda a década de 60, foi bastante ilustrativo, estes trocaram as doces melodias dos seus primeiros discos pela excentricidade psicadélica, introduzindo letras surreais e guitarras distorcidas. "I want to hold your hand" é o espírito da primeira metade dos anos 60. "A day in the life", o espírito da segunda metade. No inicio desta época houve uma grande revolução comportamental como o surgimento do feminismo e os movimentos civis em favor dos homossexuais e dos negros. O concílio Vaticano II é aberto pelo Papa João XXIII , revolucionando a Igreja Católica. Movimentos de comportamento começam a surgir, como os dos hippies, com protestos à Guerra Fria e à Guerra do Vietnã e o racionalismo. Chamando-se assim contracultura. Surge também a Revolução Cubana na América Latina, o que levou Fidel Castro ao poder. Teve tambem inicio, a descolonização da África e do Caribe, com a independência das antigas colónias.

Gostei bastante de fazer este trabalho, pois tive oportunidade de aprofundar os meus conhecimentos, sobre a década de 60 e também os trabalhos apresentados pelos meus colegas.